Alerta para aumento de ataques virtuais durante a Black Friday

novembro 24, 2016

1099 Visualizações

Tags

black

Dados da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (câmara-e.net) destacam que, em 2015 houve um aumento de 76% no volume de vendas pelo comércio eletrônico, o que representa uma movimentação na casa dos R$ 1,536 bi diante de um cenário de crise e que favorece o faturamento de pequenas a grandes empresas.

Em contrapartida, a Cisco, referência mundial em TI, revela que este mesmo cenário – da Black Friday, uma das principais datas para o comércio eletrônico no mundo também é responsável pelo aumento de volume de ataques virtuais.

“Datas como o Black Friday favorecem um ambiente para campanhas de phishing – fraude eletrônica que permite a instalação de códigos maliciosos nos dispositivos, resultando em sequestro e roubo de arquivos – e malvertising – anúncios mal-intencionados que injetam códigos maliciosos no computador”, destaca o Consultor e Especialista em Segurança da Cisco Brasil, Heitor Silva.

Segundo o Midyear Cybersecurity Report da Cisco de 2016 – relatório de segurança da Cisco -, para todo ano de 2016 é esperado um pico de 270% em crimes virtuais, principalmente nos malvertising em links para compras e promoções. O relatório também indica que quando os ciber-criminosos desenvolvem uma publicidade mal-intencionada através de tráfego criptografado HTTPS, os usuários e as equipes de segurança não podem confiar nas informações enviadas pelo URL para identificar a ameaça potencial. Sabendo disso, os invasores estão aumentando seu uso de tráfego criptografado para esconder sua atividade na web e expandir seu tempo de operação.

Uma campanha de phishing pode causar um prejuízo de US$ 60 milhões ao ambiente corporativo em todo mundo. Datas específicas, que costumam movimentar mais o comércio eletrônico, como Black Friday, Natal, etc, são responsáveis pelo aumento em 50% do volume de ataques virtuais. Os dados são do estudo da Verizon Data Breach Report, 2016.

Por isso, segundo o especialista em segurança da Cisco “é necessário que o consumidor final invista em soluções para pacote residencial que permitam de forma simples e rápida, barrar campanhas de phishing desse tipo, com soluções de proteção, além de anti-spam e e-mail security”. E completa. “Bastam alguns segundos para que uma invasão ou um simples código malicioso roube ou sequestre informações importantes como senhas e fotos, gerando perdas muitas vezes incalculáveis”. E alerta. “Quando o usuário não possui uma solução competente para esse tipo de bloqueio ou altamente inovadora para monitorar de forma preventiva esses ataques – na análise de suspeitas – as invasões são identificadas somente tempos depois, quando o prejuízo já se concretizou.”

Fonte:  http://bit.ly/2gE9d1O

DEIXE O SEU COMENTÁRIO